terça-feira, 29 de Novembro de 2011

O ÚLTIMO IMPERADOR ROMANO

Flávio Rómulo Augusto, (em latim Flavius Romulus Augustus), conhecido pelo depreciativo de Rómulo Augústulo, (c.459 - 476), nasceu em Ravenna, e foi, em 31 de Outubro de 475, com idade entre 15 e 18 anos, empossado na função de Imperador por seu pai, o general bárbaro Flávio Orestes (que havia anteriormente servido a Átila o Huno). Imposto por seu pai que depôs o imperador legítimo,Júlio Nepos, viu-se impotente frente a um Império em crise.
Em todo o século V, Roma e a Península Itálica viram-se várias vezes assolados por incursões bárbaras de visigodos, hunos e vândalos. O Império, embora vacilante, conseguia reagir e sobreviver.
A data de deposição de Rômulo Augústulo pelo bárbaro Odoacro (4 de Setembro de 476), na cidade de Ravenna, é tradicionalmente conhecida como o fim do Império Romano do Ocidente, o fim da Idade Antiga e o começo da Idade Média. Rómulo Augusto terminou sua vida no exílio.
Seu substituto, Odoacro, nunca chegou a ser considerado imperador do Ocidente, mas apenas rei da Itália, sob o comando do Imperador Romano do Oriente.
Coincidentemente, o último imperador de Roma tem o mesmo nome de seu suposto primeiro rei.
.


Moeda de ouro romana com a efígie de Rómulo Augusto

Sem comentários:

Enviar um comentário